13 de novembro de 2016

BOOK HAUL: Outubro de 2016

Heeeeeey amores, cá estou, andei bem sumida por aqui. Confesso que estava (e ainda estou) cansada, devido ao final das aulas e inicio na faculdade (#Jornalismo), mas eu não podia ficar mais tempo sem postar, e como foma de me redimir vou mostrar para vocês o que eu comprei no mês passado, e já estou comprando outras coisitas pro Book Haul desse mês, me aguardem :)

 Bela Distração - Jamie McGuire (emprestado, por isso a foto está diferente)

Bela Redenção e Belo Sacrifício - Jamie Mc Guire 

Perdida, Encontrada e Destinado - Carina Rissi

Outro Dia - David Levithan 
Tudo e todas as coisas - Nicola Yoon


Bem foi isso pessoal, espero que tenham gostado e esse mês tem mais :)
Beijos, Rafa.

11 de outubro de 2016

RESENHA: Todo Dia - David Levithan

        Nesse livro conhecemos a história de A, alguém que à 16 anos, em todas as manhãs habita um corpo diferente e invade uma vida diferente. Como continuar sendo ele próprio se nem ao menos o corpo é dele? Ele não sabe o porquê é assim, ao passar dos anos ele apenas aceitou o fato. Mas aquele dia não seria como outro qualquer, ele já havia habitado corpos como aquele. Relaxado, indiferente, nada poderia surpreendê-lo, exceto o fato da namorada de Justin (o corpo que ele habitava) ser alguém surpreendentemente encantadora e misteriosa.
        Logo A percebe que Justin não dá o devido valor a Rhiannon, e ele decide mudar isso, nem que seja pelo menos por um dia. Ele quer cuidar dela da melhor forma possível, enquanto for possível. Mas quando aquele único dia de surpresas acaba, quando ele se despede de Rhiannon é que ele se dá conta de que o dia perfeito ao servirá como uma lembrança de sofrimento para a menina, já que aquele Justin, não era bem o Justin de verdade. E assim mais um dia se vai.
        Mais um corpo vem e a vontade de rever Rhiannon cresce a cada segundo. E é isso que A decide fazer, correr atrás daquela que pode ser a única chance de provar o amor verdadeiro. A cada manhã, uma pessoa diferente mas a mesma essência. No começo Rhiannon acha um absurdo toda aquela história, mas por fim ela decide tentar algo novo. E como se não bastasse a distância constante que os separa ainda tem uma encrenca com Nathan Daldry, um garoto que A usou para procurar Rhiannon, que afirma ter sido possuído pelo demônio.
        Será que Rhiannon e A serão fortes o suficiente para aguentar toda a mudança? Um amor pode sobreviver ou até mesmo florescer em meio a tantas diferenças?

       O livro é muito bom, sem palavras para descrevê-lo com precisão. É incrível ver como uma pessoa pode ficar cega em relação a um relacionamento, com o tempo o amor não é o bastante. Com o tempo as pequenas coisas passam a ser notadas, e foi isso que A mostrou a Rhiannon, a deixando decidir o que era certo. Levithan usa as palavras de forma incrível e tocante.



Beijos, Rafa.

30 de setembro de 2016

BOOK HAUL: Setembro + Bienal do Livro de SP 2016

      Bem pessoal, esse post está recheado de amor para vocês, afinal, eu juntei um bom dinheirinho para comprar muito livrinho pra mostrar para vocês. Espero que gostem, e temo que depois desse post eu passe a comprar livros em pouca quantidade e esporadicamente, mas tudo bem! Vamos ao que interessa:

 A resposta

 Conhecendo Hitler

 Meus quinze anos

 Voos e sinos e misteriosos destinos

 Boa Noite - O amor nos tempos de #likes

 Princesa das águas

 Um motim no tempo - Dividir e Conquistar - O alçapão

 Mosquitolândia

 Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática

 Não é fácil ser jovem

 Léxico

 Garota Online - Garota Online em Turnê

 Corajosos

 Predestinados

 Muuuuuuuitos marcadores!
Bem foi isso amorzinhos, espero que se divirtam!


24 de setembro de 2016

RESENHA: Mosquitolândia – David Arnold



O livro nos conta a história de Mary Íris Malone, ou melhor MIM Malone, uma adolescente de dezesseis anos que não está nada bem. Após o divórcio abrupto de seus pais, uma cegueira mantida em segredo por dois anos, uma madrasta e o sumiço da mãe quem é que poderia ficar bem?
Quando Mim descobre acidentalmente que sua mãe está doente e que o pai e a madrasta não querem que ela saiba a primeira coisa que a menina faz é voltar correndo para casa, pegar itens essenciais para uma viagem e ir de ônibus para Cleveland, Ohio.
Mim precisa fugir da Mosquitolândia, ou melhor, Mississipi aquele lugar não é seu lar, afinal, sua mãe não está lá. Depois de comprar a passagem de ônibus, o que mim não esperava era passar por tantos acontecimentos malucos, conhecer pessoas estranhas e outras malucas e reconfortantes. Quando a Mim acha um punhado de cartas de sua mãe escondidas na lata de café que roubou de Kathy, sua madrasta, a menina enlouquece. Como aquela mulher teve coragem de afasta-las? Quem ela pensava que era?
Depois de vários infortúnios, como um Homem de Poncho assustador e um caminhão capotado, Mim conhece Walt, um garoto com Síndrome de Down, que mostra a ela a beleza das pequenas coisas e conhece também Beck, o grande amor de sua vida, ou o famigerado Crush do Ônibus.
Junto com esses dois e uma caminhonete azul, batizada de Tio Phil, Mim parte em busca de sua mãe. Mas é surpreendia por seu pai e sua madrasta quando estes a encontram e contam-lhe toda a verdade nunca dita. Será que Mim consegue aguentar tudo que ouvirá? Por que como ela mesma disse "ás vezes, uma coisa só tem validade depois que é dita em voz alta".

O livro é narrado em primeira pessoa, e ainda conta com cartas que Mim escreve para Isabel. É sem sombra de dúvidas um livro doce e ao mesmo tempo audacioso sobre como tudo é efêmero, sobre onde é o nosso verdadeiro lar, sobre amor e sobre família. Um livro reflexivo e completamente verdadeiro.



Beijos, Rafa.

21 de setembro de 2016

TOP 5: Protagonistas Femininas Preferidas



Olá meu povo, volteiiiiii!!!!!! E voltei animada, estava pensando em possíveis posts e esse me veio a cabeça e resolvi juntar com um tema muito novo no mundo literário que é o #PowerGirl ou o poder das mulheres. Vamos falar a verdade aqui, quem é que não gosta de uma mulher forte, decidida, mas que também pode ser doce e muito sensível? Com certeza eu gosto muito, e por isso escolhi para vocês protagonistas que eu considero minhas preferidas, espero que gostem!
            #5. Ana Luísa do livro Uma Lição de Amor, da queridíssima Elysanna Louzada. A Ana é uma personagem muito forte, visto a tudo que ela já passou na vida, nossa mocinha teve que enfrentar diversas perdas mas também passou por muitos momento felizes, e por fim todos esses momento fizeram dela uma mulher forte, decidida, doce e feliz.
            #4. Quem não podia faltar nessa seleção com certeza é a Sky, a protagonista de Um Caso Perdido, da rainha Colleen Hoover. Como bem se sabe Sky passou por diversos traumas, teve uma educação meticulosa e quando enfim descobriu tudo sobre seu passado e sobre si mesma, ela conseguiu seguir em frente, não se deixou abater pelo passado, resumindo ela mostrou o por que de estar aqui, e com certeza não é passar despercebida!
            #3. Nossa amada Sophie de Um Perfeito Cavalheiro não poderia estar de fora dessa não é mesmo? Essa mocinha maravilhosa veio direto da Londres do século 19 para mostrar que uma mulher pode sim ser sensível, romântica, sonhadora e ser também forte e decidida e Benedict Bridgerton que nos diga, as brigas dos dois rendem muitas risadas e suspiros.
            #2. E a próxima a subir ao pódio é ninguém mais ninguém menos do que a princesa Ana da Krósvia, do livro Simplesmente Ana da ilustre Marina Carvalho. Imagina só você descobrir que seu pai, um homem que você nunca ouviu falar ou ao menos viu é nada mais nada menos do que um Rei. É isso ai, esse foi um draminha básico que nossa querida Ana teve que enfrentar, sem falar de passar uma temporada em um país com uma língua estranha e ainda ter de suportar o grosso, arrogante e encantador Alex. Fala sério, quem conseguiria dar conta de tudo isso? Com certeza essa moça é teimosa, amorosa, decidida e muito engraçada, dando sempre o jeitinho brasileiro em tudo!
            #1. E quem não podia faltar nesse TOP 5 com certeza é ela, a rainha Elizabeth Bennet, de Orgulho e Preconceito. Afinal, quem leu o livro sabe o quanto a srta. Bennet não tem papas na língua mesmo vivendo no século 18, onde as mulheres eram apenas vistas e não ouvidas. Graças a essa qualidade e a teimosia de Lizzie, ela e Mr. Darcy tiveram discussões de deixar qualquer um de boca aberta e babando.

            Bem, foi isso pessoal, agora eu quero saber de vocês, quem são suas personagens femininas preferidas? E o que às faz ser as melhores? Deixem aqui nos comentários!

                                                        Beijos, Rafa.

17 de setembro de 2016

RESENHA: O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares – Ransom Riggs


     O livro inicialmente nos apresenta a monótona vida de Jacob Portman e a sua habilidosa forma de tentar ser demitido, mas o cenário da história muda quando o menino recebe uma ligação estranha de seu avô, Abe Portman. Jacob cresceu com o seu avô contando história magnificas sobre o orfanato onde ele cresceu. Um lugar onde tudo era possível, onde as pessoas tinham poderes, um lugar onde todos eram especiais. Mas toda essa maravilha acabou quando monstros apareceram e tentaram acabar com tudo. 
     A medida que Jake foi crescendo essas histórias não passavam de contos de fadas ou devaneios de um veterano senil da Segunda Guerra Mundial. As convicções do menino são postas a prova quando este encontra o corpo de seu avô, e os monstros que antes perseguiam Abe passaram a perseguir Jacob. Depois de diversos psiquiatras, a família Portman enfim acha um que parece entender as aflições de Jacob, e concorda com o desejo do menino de viajar até uma ilhota no País de Gales, onde se encontrava o orfanato onde o Avô do menino crescera. Afinal o que melhor do que um choque de realidade para fazer uma pessoa voltar a enxergar o mundo como ele é?
      Quando Jacob e seu pai chegam a ilha, logo vê que as pessoas que ali viviam ainda tinham costumes do século passado, tudo parecia estagnado no tempo. A medida que o garoto vai explorando a ilha ele encontra destroços de um lugar que em algum momento fora chamado de Orfanato, e assim todas as esperanças de encontrar algo sobre o passado de seu avô se esvaíram. Até que em mais uma de suas visitas, Jacob é surpreendido por uma menina com roupas estranhas e outra crianças menores que eram mais estranhas ainda.
      Logo após o susto inicial e depois de uma longa explicação, Jacob conhece as pessoas de que seu avô tanto falava, todas as histórias eram verdadeiras. Um tempo depois, o menino é apresentado a Srta. Peregrine a diretora do orfanato, ou melhor, dizendo a Ave que fuma cachimbo, era assim que Abe se referia a ela. A mulher estranha logo decide dizer a Jacob toda a verdade que o avô não conseguira contar a ele. Assim como todos ali e seu avô, Jacob também era um peculiar, com um dom muito raro, assim como Abe o garoto podia ver e sentir os acólitos e etéreos, ou melhor, os monstros que seu avô tanto dizia.
      A pergunta que martelava na cabeça de Jacob era como todas aquelas crianças ainda continuavam vivas de jovens depois de anos? A resposta eram apenas duas palavras: Fendas do Tempo. Quanto mais tempo passa com aquelas crianças mais Jacob aprende sobre o avô, sobre o universo peculiar e sobre ele mesmo, enfim ele compreende que não estava ficando louco, que o que matou seu avô foi um dos monstros que agora ele tinha que deter.
      Os poderes e a coragem de Jacob são postos a prova quando o impensável acontece e a Srta Peregrine é sequestrada por um etéreo, será que Jacob e as crianças poderão salvar a única que pode manter a fenda do dia 3 de setembro de 1940 aberta?


     O livro tem uma narrativa espetacular, muitas pessoas podem achar cansativa, mas creio eu que se fosse de maneira mais fluida não poderíamos absorver todas as informações de modo significativo, por que afinal, crianças com poderes, mulheres que viram falcões não é algo fácil de assimilar. É o livro de estreia de Ransom Riggs, os personagens são incríveis e bem estruturados, e a descrição de cada um somada as foto peculiares que tem no livro fazem você entrar verdadeiramente na história. Quem acha que é livro de terror está tremendamente enganado, o livro é fantasioso e mágico, seja peculiar você também!


OBS: A data de estreia da adaptação cinematográfica do livro está prevista para o dia 29 de setembro desse ano. #TáBemPertinho. O filme conta com um elenco maravilhoso, dentre os atores Asa Butterfield (Bruno em O menino do pijama listrado)e Eva Green (Angelique, de Sombras da noite), sem falar do digníssimo Tim Burton na direção do Filme.

OBS 2: O livro até então tinha eu direitos autorais pela editora Leya, mas a Intrínseca que vem publicando os outros volumes da série, comprou os direitos e lançará a nova edição do livro em capa dura no mês de Novembro desse ano. 




                                                  Beijos, Rafa

16 de setembro de 2016

BOOK HAUL: Agosto de 2016

Olá amores, já peço desculpas por não estar presente aqui, mas como prometido aqui está o book haul do mês passado. Não tem muita coisa, por que né, estava juntando para a famigerada Bienal Internacional do Livro :)

Quando o Amor bater à sua porta - Samanta Holtz

Azul da cor do mar - Marina Carvalho

O navio de Teseu - J.J Abrams

O orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares - Ransom Riggs

Cidade dos Etéreos - Ransom Riggs


Bem, foi isso pessoal, no final do mês tem o meu saldo da bienal e de outras comprinhas a parte. Espero que tenham gostado :)


5 de setembro de 2016

Especial #BIENAL

Bem, olá pessoal! Acho que quem me acompanha lá pelo Instagram sabe que na sexta-feira (02) eu fui pra 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, eu postei algumas fotos, mas outras eu deixei par mostrar especialmente aqui, para quem não em acompanha por lá.
Posso dizer com toda certeza que foi mágico e muito especial, foi a minha segunda bienal e foi tão mágica e especial quanto a primeira :) Agora vamos as fotinhas:




















  Bem, foi isso pessoal, espero que tenham gostado. Agora é só esperar pela bienal de 2018 hein?