31 de dezembro de 2015

Entrevista com Samanta Holtz

Olá galerinha, cá estou eu com um post bem legal e diferente, espero que vocês curtam. Bom pra quem não sabe a linda Samanta Holtz é minha autora favorita ever, e por isso eu decidi fazer uma entrevista com ela, pra vocês poderem conhece-la um pouco melhor e se apaixonar pelo trabalho dela assim como eu me apaixonei :)


1)      A partir de que idade você começou a ler?
Na infância, eu era apaixonada pelos gibis do Mauricio de Souza – tanto que, aos cinco anos, aprendi a ler com eles “por acidente”! (rs) Por volta dos dez anos de idade, em uma feira literária na escola, comprei dois romances da série “Primeiro Amor” – os títulos “Ensaio de um Beijo” e “Meu Primeiro Namorado”. Foram eles que me deixaram apaixonada por romances e, desde então, não parei mais!

2)      Quem foi a pessoa que te incentivou a ler?
No caso dos gibis, uma grande responsável por alimentar essa paixão era minha mãe. Toda sexta-feira, era sagrado irmos à banca comprar gibis novos – eu e minhas irmãs mal podíamos esperar! Quanto à paixão por leitura, eu não tinha grandes referências. Foi algo meu, mesmo... eu me sentia atraída por livros e acabei descobrindo o prazer da leitura e carregando isso comigo.

3)      Você sempre gostou de escrever?
Sempre! Aos sete anos, inventei personagens de quadrinhos e criava meus próprios gibis – minha mãe tem até hoje uma caixa de sapatos com alguns deles guardados! E, nos primeiros anos do Ensino Fundamental, gostava de escrever historinhas para presentear minhas professoras. Claro que eram simples, mas já era um sinal da minha inclinação a essa arte linda. Sem falar nos cadernos que eu vivia enchendo com poesias, reflexões, contos... Escrever sempre foi uma grande paixão.
4)      Qual ou quem foi a sua maior inspiração para começar a escrever?
Assim como para a leitura, eu não tive grandes incentivadores para começar a escrever. Comecei por acaso, seguindo um chamado do meu próprio coração. Mas, depois que eu já tinha o primeiro romance escrito, tive grandes incentivadores para levar aquele talento adiante e tentar publicar, como minha família, a professora Ernides (homenageada nos agradecimentos de Renascer de um Outono) e amigos muito queridos. Até hoje, estou rodeada de pessoas que me incentivam, aconselham e acreditam em mim, e isso faz toda a diferença!

5)      Qual a sensação de ter um livro lançado?
É indescritível! Carreguei esse sonho em mim por tantos anos que, quando ele finalmente se concretizou, percebi o quanto valeu a pena esperar, dedicar-me e ter paciência. A primeira vez que eu peguei um livro meu nas mãos, pronto, impresso, foi emocionante. Antes de ter uma editora, havia vezes em que eu me emocionava só em imaginar como seria ter meu livro publicado, distribuído pelo Brasil, lido por tantas pessoas. Hoje, eu sei! Claro que tenho um grande caminho a percorrer e muito, ainda, a conquistar, mas o que eu já vivencio hoje é o suficiente para fazer de mim uma pessoa realizada, só pelos depoimentos que eu recebo de leitores que se sentem tocados e movidos por minhas palavras. Levar mensagens positivas, emoções sinceras... esse é o meu verdadeiro sonho, com meus livros.

6)      O que mais gosta na vida de escritor?
Amo o contato dos leitores, as opiniões que recebo, o carinho... a rotina de escrever, o desafio de dar andamento a uma história e buscar caminhos originais e inusitados. Ainda não posso dedicar 100% do meu tempo à literatura, tenho outro emprego de meio período, mas o tempo que tenho para a escrita me faz muito feliz. Espero, em breve, poder dedicar todo o meu tempo ao que tanto amo!

7)      Defina sua vida em uma palavra.
Amor. Amor a tudo o que faço, tudo o que vivo, todos que me rodeiam. Apenas amor!



Livros publicados:






29 de dezembro de 2015

Hey galera



Bem olá galera! Lembram-se de mim?
Primeiramente quero pedir desculpa pela minha ausência, e já quero dizer de antemão que esse ano foi extremamente cheio e difícil, pelo menos pra mim. Em 2015 parece que tudo aconteceu de uma vez, eu iniciei um curso que estou apaixonada (Comunicação Visual), conheci pessoas maravilhosas, li muitos livros (é claro né!, enfim, quase não sobrava tempo de postar nada, mas eu sempre me esforçava pra não deixar vocês na mão, mas como vocês puderam notar em alguns momentos eu me ausentei por longos períodos. Isso em uma explicação: provas, trabalhos da escola, trabalhos finais do curso, etc.
Gostaria que no próximo ano tudo fosse mais calmo, para que eu pudesse postar regularmente e produzir um conteúdo de qualidade para vocês :)
Bem é isso, espero que vocês entendam minha ausência e estejam aqui para conferir as novas postagens de 2016.


Muitos beijos, Rafa.

30 de outubro de 2015

Resenha: O Reino das vozes que não se calam – Carolina Munhóz & Sophia Abrahão


     O livro nos conta a história de Sophie, uma garota de dezessete anos, um tanto quanto peculiar. Ela é totalmente diferente das outras garotas de sua idade, que geralmente andam em bandos, são populares e gostam de ir a festas badaladas, mas Sophie não é assim, ao contrário, ela prefere a companhia de um bom livro e é claro o seu bom e velho cachorro, Dior, além disso Sophie é dona de um lindo cabelo ruivo, e também de uma magreza invejável.
     Apesar das circunstancias Sophie tem uma melhor amiga, Anna, que é totalmente popular e conhecida por todos, a amiga sempre tenta arrastar Sophie para seu mundo, levando-a para festas, nas esperança de que um dia a Ruiva saia do casulo e transforme-se em uma linda borboleta. Mas depois de uma briga feia, o único resquício de felicidade de Sophie vao por água abaixo, ela sai correndo aos prantos daquele lugar cheio de monstros do pântano, que é como ela se refere as pessoas de sua idade., ela só quer ser feliz, quer ser entendida, será que existe um lugar onde ela pode ser feliz?
     “Naquela noite, ao se jogar na cama com o rosto manchado e o corpo tenso, aconteceu a mudança. Em um instante, ela chorava de vergonha. No outro, não se encontrava mais em seu quarto. Fora para em outro lugar.”
     Quando Sophie se dá conta, ela está em um Reino mágico, aparentemente sem ninguém a quem possa perguntar alguma informação, mas a medida que ela adentra a floresta, ela começa a se maravilhar com a beleza do lugar, e nota que aquele lugar é tudo que ela sempre quis. Com o passar do tempo ela conhece Sycreth, a guardiã dos segredos do Reino, a linda jovem conta a Sophie que ela é a princesa daquele Reino, que foi perdida a muito tempo, e que retornou para tomar posse do que lhe pertencia.
     Sophie se deu conta de que ali ela era amada, era queria e acima de tudo, era aceita do jeito que era, não precisaria mudar para agradar à ninguém. Mas a Ruiva ainda não está totalmente pronta para assumir o trono do Reino, e precisa voltar, para a Terra.
     Como se já não fosse ruim ser diferente, agora Sophie não tem ninguém para conversar, mas isso começa a mudar com a chegada de Léo, o aluno novo da escola. Ele acaba despertando a atenção de Sophie, e ela pergunta-se se isso é bom ou ruim, de que adiantava fazer novas amizades se depois teria que abandona-las quando partisse definitivamente para o Reino, além disso, por que Leo se interessaria por ela, uma magrela excluída.
     Quando Sophie consegue finalmente voltar para o Reino, ela recebe a noticia de que precisa passar por mais três etapas, para conseguir viver definitivamente no Reino. Essas etapas trarão ainda mais confusão para a vida de Sophie na Terra, será que ela irá consegui cumprir a missão que foi concedida?

     O Reino das vozes que não se calam é um misto de Alice no país das maravilhas com a vida real, o livro conta com animais falantes, Sereianos, Tirus e outros personagens cativantes e cheios de segredos e muito mais. Carolina Munhóz e Sophia Abrahão são a dupla perfeita para um bom livro de fantasia, as duas escrevem com tanta destreza e suavidade que se torna simplesmente impossível tirar os olhos das páginas.








15 de outubro de 2015

Resumo: A livraria 24 horas do Mr. Penumbra – Robin Sloan

     O livro nos conta a história do Designer Gráfico Clay Jannon, que passa as horas do seu precioso dia procurando empregos pelos classificados, pelo seu MacBook, papel nem pensar.
     Com a crise de empregos que assola Manhattan, o único lugar que Clay consegue emprego é numa estranha livraria, que no inicio parecia apenas um prédio abandonado. 
     Assim que é contratado, ele olha para o acervo da livraria e vê que existem poucos volumes de livros convencionais, a maior parte da livraria é composta por livros grandes e estranhos, que parecem ser escritos em uma língua de outro mundo.
     Isso sem falar do misterioso Mr. Penumbra, um senhor alto e esguio com cara de duende, que deixa Clay um pouco nervoso.            Com o passar dos dias, o novo atendente, vê que a livraria tem clientes peculiares, que sempre pegam os livros esquisitos. Mas tudo começa a mudar quando Clay decide criar uma livraria virtual para saber onde todos os livros estão esse simples ato faz com que ele desencadeie um grande segredo.
     O livro é um misto de aventura, romance e muito mistério, Robin Sloan nos prende de uma forma inimaginável. Essa obra carrega grande quantidade de informações que eu nem pensava que existiam, é uma ótima oportunidade de aprendizado para pessoas que trabalham na área de Comunicação Visual e Design, pois Sloan traz observações riquíssimas.

            
                                                    Beijos, Rafa.

24 de setembro de 2015

Top 5: Frases de livros

Oi galera, preparei para vocês uma seleção de frases que eu gosto muito, depois, gostaria muito de saber as frases preferidas de vocês.


"Você sempre será o melhor de mim" – Querido John


"Só ri de uma cicatriz quem nunca foi ferido" – Romeu e Julieta


"A ninguém será contada a história do outro" – O cavalo e seu menino


"Depois de algum tempo é preciso aceitar o fato de que você simplesmente existe" – Todo Dia


"O silêncio é uma camada protetora sobre a dor" - Mentirosos




                                                                     Beijos, Rafa.

19 de setembro de 2015

Resumo: Mentirosos - E. Lockhart

     A vida de Cadence Sinclair é perfeita, ela tem tudo o que quer, roupas, joias, livros e o amor de sua mãe. Todo verão ela e sua mãe vão para Beachwood, a ilha da famailia Sinclair. E é lá que ela se encontra com seus primos Johnny e Mirren, e com Gat, um garoto por quem Cady desenvolve uma paixão arrebatadora. Os quatro adolescentes formam o grupo Mentirosos, que sempre aprontam e se divertem na ilha.
     Mas tudo muda drasticamente no verão dos quinze anos, quando Cadence sofre um acidente, do qual não se lembra de nada, e o pior de tudo é que ninguém gosta de falar a respeito do que aconteceu, as únicas coisas que Cady se recordar são lembranças borradas de fogo na ilha.
     Depois de dois verões, Cady volta a Beachwood para tentar reconstruir sua memória e desvendar o mistério que se tornou sua vida. Assim que chega é recebida por suas tias, Carrie e Bess, e por seu avô, o grande patriarca da família, Harris Sinclair. Logo depois ela avista os Mentirosos, seus amados e queridos Mentirosos.
     
    “O que será que fizeram durante os dois verões que Cady não estava? Será que sentiram sua falta? Será que Gat ainda me ama? Porque ele não deu noticias depois do acidente?”

     Essas são as perguntas que Cady faz ao andar até eles. Tudo parece estar normal, mas Cady acaba ficando cada vez mais dependente de seus remédios para dor de cabeça, e com isso, todos a sua volta fica com pena dela, o que acaba apenas piorando tudo.
     Mas se Cady já achava sua vida ruim, tudo vira de pernas para o ar quando ela realmente se lembra do que aconteceu naquele fatídico verão, o que mudou completamente a vida da família Sinclair.
     A escrita de E. Lockhart é surpreendente, você não consegue desgrudar os olhos das páginas. Cada capitulo trás uma nova surpresa, o livro é uma montanha russa de emoções, é um suspense perfeito, com um final totalmente inesperado, mas totalmente brilhante.

“Bem vindo à família Sinclair.
Ninguém é criminoso.
Ninguém é viciado.
Ninguém é um fracasso.
Vivemos, pelo menos durante o verão em uma ilha particular.

Talvez isso seja tudo que você precisa saber a nosso respeito.”




                                                                  Beijos, Rafa.

13 de julho de 2015

Desculpa pessoal

Oi gente, tudo bem com vocês?
Estou aqui para pedir desculpas por não ter postado nada no último mês, o motivo do meu sumiço é que: eu estava cheia de trabalhos finais do meu curso (Comunicação Visual) para entregar, e quase não sobrava tempo para nada, espero que vocês perdoem meu sumiço, e vou tentar posta semanalmente, espero que compreendam :)

Estou pensando em alguns posts especiais para vocês :)

Beijos, e até mais 

Resenha: Uma Lição de Amor - Elysanna Louzada

     A vida de Ana Luísa nunca foi tão tranquila quanto ela gostaria, quando era muito pequena ela perdeu os pais, e foi criada por sua querida avó, que alguns anos depois veio a falecer e deixou Ana Luísa sozinha, depois disso ela mudou-se para o Rio de Janeiro para fazer sua Faculdade, e é lá que ela conhece Otavio e Eduardo, que são irmãos, e assim os três vão criando amizade.
     Os dois irmãos eram completamente diferentes um do outro, enquanto Otávio era um advogado de grande porte e estava prestes a assumir a presidência da empresa, Eduardo era Médico e muito despreocupado com a vida, mais uma coisa os dois tinham em comum, o amor que sentiam por Ana Luísa, uma garota que realmente veio para bagunçar a vida dos dois...
     Quando Eduardo conta para Ana Luísa que foi aceito no programa Médicos Sem Fronteiras ela fica muito feliz por ele, e assim ela nota que existe algo mais do que uma simples amizade, e Eduardo embarca para a Ásia, o que deixa Ana muito preocupada e com muita saudade, nesse espaço de tempo Otávio se aproxima dela, mas sempre como amigo e nada mais, além desses dois, a vida de Ana Luísa ainda conta com Dona Katharina, a mãe de Eduardo e Otávio, que desde o primeiro instante odiou Ana Luísa com todas as suas forças.
     Quando Eduardo volta inesperadamente, Ana Luísa não consegue se afastar e eles vão estreitando seus laços, mas tudo isso muda quando Eduardo conta o porquê de ter voltado mais cedo, e Ana se dá conta de como a sociedade é fria e egoísta, depois de uma audiência com o comitê do MSF, Eduardo consegue voltar para a Ásia de repente sem ao menos se despedir de Ana Luísa, mas através de uma ligação de Otávio ela descobre toda a verdade, que Eduardo não havia ido para salvar vidas e sim para ser preso, devido a uma atitude por parte dele, Ana Luísa fica arrasada e desconsolada, e nesse momento ela se aproxima de Otávio seu grande amigo, os dois novamente acabam se aproximando, mas Otávio vê perfeitamente  quem Ana gosta.
     Depois de muito tempo, eles enfim conseguem libertar Eduardo daquele inferno onde ele se encontrava, mas ele sofria risco de morte, pois uma epidemia havia se espalhado e a suspeita dessa epidemia ter se alojado em Eduardo era demais para Ana aguentar, mas com o passar dos dias e a eficiência dos médicos contratados por Dona Katharina, Eduardo melhora e pode retornar ao Brasil.
     Quando Eduardo chega ao Brasil, a vida dos três muda completamente, nada mais será como era, viagens, declarações de amor, distancia e imprevistos que a vida impõe, será que o três iram suportar a carga que a vida lhes deu?
     

     Eu li o livro em um dia e meu Deus, é mais que perfeito, a cada capitulo a autora brinca com o seu coração, e você fica ansioso para saber o que vai acontecer, o livro conta com personagens foram bem escritos, e sinceramente eu fico dividida entre Eduardo e Otávio, é muita perfeição pra uma família só, além desse livro a autora tem vários outros, mas um que eu indico em especial é a Trilogia Herdeiros do Trono, que já possui resenha dos dois primeiros livros aqui no blog.




Beijos, Rafa

30 de maio de 2015

Resenha: A Pirâmide Vermelha – Rick Riordan

     O livro nos contará a história de Sadie e Carter Kane, dois irmãos que vivem separados desde os seis anos, isso por conta de um acontecimento que abalou a família Kane. Carter tem 14 anos e vive sempre viajando pelo mundo com o seu pai, o egiptólogo Julius Kane, o que Carter mais desejava era poder levar uma vida normal como a dos outros garotos de sua idade. Sadie tinha 12 anos e só via seu pai e seu irmão duas vezes ao ano, para muitas pessoas isso poderia ser considerado uma benção, mas para Sadie não, ela achava muito injusto Carter ter a chance de conhecer o mundo com o pai, enquanto ela morava em Londres com os avós.
     A história dos dois irmãos muda com uma das visitas anuais a Sadie, o dia tinha tudo para ser penas mais uma visita chata ao British Museum, mas quando Carter avista um homem misterioso conversando com seu pai, o menino nota que tem algo muito errado. Quando estão o pai e os filhos reunidos, eles enfim vão para o Museu, para que Julius pudesse examinar um artefato muito importante, a Pedra de Roseta, um artefato que antigamente continha segredos do antigo Egito. Depois que Carter e Sadie presenciarem a seu pai sendo sugado por uma força estranha, tudo começa a dar errado, os dois começam a serem perseguidos por um homem com uma barba bifurcada e uma menina com cabelos curtos, ambos vestidos com roupas estranhas.
     Quando enfim os dois conseguem chegar em casa, uma nova visita aparece, o homem que conversará com Julius mais cedo estava ali, e se apresentava como Amós Kane, tio das crianças, irmão de Julius. Quando ele enfim conta toda a verdade sobre o passado mágico da Família Kane em relação ao Egito, tudo que o já estava cada vez mais difícil torna-se mil vezes pior, pois além de seu pai ter desaparecido com a explosão, ele havia libertado deuses do Antigo Egito, que agora estavam hospedados nas crianças, e o pior de tudo é que havia libertado o terrível Set, o deus do Caos, que queria dominar o mundo.
     Depois de viajarem em um barco que pareia ter saltado de um livro de mitologia egípcia, eles chegam a Casa do Brooklyn, um galpão velho a olhos humanos, mas uma linda mansão de cinco andares onde Amós morava. Lá eles embarcam na nova missão de restaurar o caminho dos deuses e livrar o mundo da ira de Set.
     Durante essa viagem amores nasceram, amizades serão criadas, feitiços serão lançados, mas será que as forças do Maat serão boas o suficiente para deter o Caos ?


     Mais uma vez Rick Riordan conseguiu me deixar apaixonada por seus personagens, em especial pelo Carter, a história é bem construída, e de fácil compreensão. O livro A Pirâmide Vermelha é o primeiro livro da trilogia As Crônicas dos Kane.


         
                                                    Beijos, Rafa.

25 de abril de 2015

Indicação: Um Amor para Recordar – Nicholas Sparks

Sinopse:

      “Cada mês de abril, quando o vento sopra do mar e se mistura com o perfume de violetas, Landon Carter recorda seu último ano na High Beaufort. Isso era 1958, e Landon já tinha namorado uma ou duas meninas. Ele sempre jurou que já tinha se apaixonado antes. Certamente a última pessoa na cidade que pensava em se apaixonar era Jamie Sullivan, a filha do pastor da Igreja Batista da cidade. A menina quieta que carregava sempre uma Bíblia com seus materiais escolares. Jamie parecia contente em viver num mundo diferente dos outros adolescentes. Ela cuidava de seu pai viúvo, salvava os animais machucados, e auxiliava o orfanato local. Nenhum menino havia a convidado para sair. Nem Landon havia sonhado com isso. Em seguida, uma reviravolta do destino fez de Jamie sua parceira para o baile, e a vida de Landon Carter nunca mais foi à mesma.”


Minha Opinião:

     Todos nós já sabemos que Nicholas Sparks escreve maravilhosamente bem, mas esse livro superou todas as minhas expectativas. Já li ele a algum tempo mas me lembro perfeitamente bem da história, pra mi essa foi o que mais me marcou após a leitura do livro, a história é linda e nos faz refletir muito. É um livro que você vê a evolução da personagem principal, você a mudança de pensamentos, ele amadurece no decorrer da história, e isso é lindo. Mais uma vez Nicholas Sparks roubou meu coração


Adaptação Cinematográfica:

     Sabemos que é muito difícil achar um filme de algum livro que seja fiel aos detalhes, com o filme de “Um Amor para Recordar” não é diferente, entre o livro e o filme há muitas diferenças, mas mesmo assim, o filme é um dos meu preferidos, com todas as diferenças, no filme eles retratam muito bem a mudança de Landon e também de Jamie, mostra como o amor pode mudar as pessoas...

P.S.: O filme ainda conta com a presença de Mandy Moore e de Shane West.


                                                   Beijos, Rafa


17 de abril de 2015

Resenha: Uma vida para Sempre – Simone Taietti

     O livro nos contará a história de Ethel, uma jovem de 17 anos portadora de CIPA que é a sigla em inglês para Insensibilidade Congênita a Dor com Anidrose. Ethel leva uma vida comum, apesar de seu estado de saúde, uma das coisas que ela mais gosta de fazer é ler, e seu autor preferido é Machado de Assis, ela adquiriu gosto pela leitura através de sua mãe, que é professora de literatura em uma faculdade.
     Ethel perdeu o pai quando tinha 8 anos, e desde esse fatídico dia ela começou a pensar na morte com mais frequência, afinal, todos iremos morrer algum dia, e Ethel não conseguia entender por que as pessoas preferem ignorar esse fato. A jovem precisa ir à fisioterapia pelo menos duas vezes por semana, e por incrível que pareça é o lugar onde ela mais gosta de ficar. Lá ela não se sente deslocada, lá ela tem amigos de verdade, que não olham pra ela como se a mesma fosse uma aberração.
     Em uma dessas idas ao hospital Ethel acaba descobrindo que um de seus amigos, o pequeno Max faleceu devido ao agravamento de sua doença. Depois disso Ethel vai até o quarto em que Max ficava, e lá ela encontra Vitor, assim que ela põe os olhos nele, ela se pergunta o que ele estaria fazendo ali. Depois de um pequeno acidente envolvendo a Anidrose, Vitor diz a Ethel que tem Leucemia Mieloide Aguda, aí tudo se esclarece.
     Quando Ethel vai embora ela não consegue tirar Vitor da cabeça, além de ser muito lindo, ele também é otimista e muito engraçado, o que a faz ficar ainda mais encantada por ele, mas ela tem medo de deixar esse sentimento crescer pois todas as pessoas que ela ama sempre tendem a deixa-la, exceto sua amada mãe.
     Depois de conversar com sua amiga Gertrud uma mulher de 81 anos, que passa longe de ser uma senhora convencional Ethel começa a repensar a questão do sentimento que nutre por Vitor, será que daria certo? Será que eles seriam felizes juntos? Será que Vitor sentia o mesmo em relação a ela?
     Ela decide deixar esse pensamento negativo de lado, e se entrega de vez ao que está sentindo. Afinal ela pode enxergar em Vitor um grande amigo, uma pessoa para partilhar seus pensamentos e aflições. Quando eles já estão juntos, os dois decidem criar um projeto, no qual visa falar sobre a morte para pessoas desconhecidas. Ethel, Vitor, Catarina e Gertrud foram taxados por muitos como loucos ou estranhos, mas a alegria que sentiam cada vez que conversavam com alguém era infinitamente maior.
     Em um dia quando tudo parecia estar indo bem, Vitor tem uma recaída e vai parar no hospital, onde espera desesperadamente por um transplante de medula, mas isso acaba parecendo impossível. Depois de tantos conflitos no decorrer da história, será que tudo dará certo?



     O livro é maravilhoso, preciso confessar que quando comecei a lê-lo eu achei bem parecido com “A culpa é das estrelas”, mas no decorrer da história eu mudei a minha opinião. E meu Deus, estou apaixonada por esse casal maravilhoso, estou precisando de uma amiga como a Gertrud, gente que mulher demais. A autora escreve super bem, e o livro deveria ser lido por todos, porque essa história é envolvente demais. Só tenho a agradecer pelo voto de confiança que depositou em mim, e quero-te dar os parabéns por uma história tão linda. ♥



                                                Beijos, Rafa.

12 de abril de 2015

TAG: Confissões de um Bibliófilo


     Oi gente, estou aqui pra responder uma Tag super legal pra vocês, eu vi a Tag no canal da Mari Maddox e resolvi fazer, espero que vocês gostem.

Perguntas:
1. Qual é o gênero de literatura que você se mantém longe?
2. Qual é o livro que você tem na estante e tem vergonha de não ter lido?
3. Qual é o seu pior hábito enquanto leitor(a)?
4. Você costuma ler a sinopse antes de ler o livro? (Esta pergunta nós inventamos; a original tratava de livros enviados antes da publicação e nós não recebemos livros assim; por isso mudamos a pergunta.)
5. Qual é o livro mais caro da sua estante?
6. Você compra livros usados/em sebo?
7. Qual é a sua livraria (física) preferida?
8. Qual é a sua livraria online preferida?
9. Você tem um orçamento (mensal) para comprar livros?
10. Quem você "tagueia"?

Respostas:
1. Com certeza é Terror, eu não curto muito, pra falar a verdade eu nunca li nada do gênero, pelo menos não que eu me lembre, pra vocês terem noção do quanto eu não gosto do gênero que nem assisto filme de terror, se for pra assistir tem que ser com alguém por perto. #MedrosaAqui

2. Com toda a certeza esse livro é Nárnia, não é por que eu não quero toda vez que eu falo que vou ler ele, surge outro livro e passa na frente do coitadinho.. Ainda esse ano eu leio.

3. Com certeza é ler a última frase do livro, sempre acabo sabendo de coisas que não devia quanto a esse hábito horrível.

4. Sim, acho que quando a capa do livro me interessa a próxima coisa qu eu faço é ler a sinopse. Isso me ajuda a ter uma base de como é o livro.

5. Essa pergunta um pouco difícil responder porquê o máximo que eu já paguei em livros únicos foi R$40,00, mas pra responder essa pergunta eu vou escolher o livro “As sete irmãs” da Lucinda Riley, eu comprei ele na Bienal de SP, ele veio com um kit super divo, então valeu a pena.

6. Em sebo mesmo eu nunca comprei, mas quando compro livros usados geralmente são dos meus amigos, um exemplo disso é a série Eragon, que eu comprei de uma amiga, por um preço ótimo por sinal.

7. Eu fiquei em dúvida entre Livraria Cultura e a Saraiva Megastore, mas acho que fico com a Cultura por ser uma livraria aconchegante e ter um espaço ótimo para você poder ler lá dentro.

8. Com certeza é a submarino, que faz promoções ótimas, mas uma que não fica atrás é o Extra, que tem preços muito bons. #FicaADica

9. Não, geralmente eu compro livros que eu quero muito, e quando eles estão em promoção. Mas no momento nem estou comprando muitos livros, no máximo um por mês.

10. Eu tagueio todos os que leram esse post, afinal se você chegou até aqui o que custa responder essa Tag também? Depois me mande o link, ou responda aqui nos comentários.

     Bem gente essa foi a Tag, espero que tenha, gostado, bom final de Domingo pra vocês, fiquem com Deus e ótima semana a todos ♥

                                                            Beijos, Rafa

3 de abril de 2015

TAG: Redes Sociais


     Oi gente, sei que ando meio sumida por aqui. É que está um pouco difícil conciliar o tempo da escola com o blog, mas estou fazendo o possível para fazer as duas coisas. Mas vamos lá, essa semana eu estava pensando em fazer alguma Tag, e resolvi fazer essa e espero que gostem, eu descobri a Tag vendo o vídeo da Mari Maddox, e amei, lá tem todas as informações de quem criou e quem traduziu essa tag. Mas vamos aos tópicos.

     Twitter: Um livro que você quer compartilhar com todo mundo;
Herdeiros do Trono, da autora Elysanna Louzada, meu Deus esse livro é maravilho, já possui resenha aqui no blog, e acho que se eu continuar escrevendo vou soltar alguns spoilers... hehe

     Facebook: Um livro do qual você gostou muito e que foi recomendado por outra pessoa;
O Hobbit, esse livro foi indicado pela Tatiana Feltrin em um de seus vídeos, e não me arrependo de ter lido ele, o livro é maravilhoso e cheio de aventura.

     Tumblr: Um livro que você leu antes de criar seu canal no youtube, e do qual ainda não falou em vídeo. (vou adaptar esse tópico para Blog em vez de canal no youtube, e em vez de vídeo vou trocar por resenha)
Com certeza esse livro é O livro das Princesas, que é uma coletânea de contos, as autoras desse livro são Paula Pimenta, Meg Cabor, Patricia Barboza e Lauren Kate, o livro é super fofo, e inclusive o conto da Paula Pimenta vai receber livro Único, que se chama Cinderela Pop. #Ansiosa

     Myspace: Um livro que você não tem a intenção de reler;
Memórias de um Sargento de Milicias, eu li esse livro pra escola e meu Deus, não via a hora de acabar a leitura, não que o livro seja ruim, é que não é o tipo de leitura que eu gosto.

     Instagram: Um livro com uma capa bonita;
Pra essa categoria eu escolho Champion da Marie Lu, a capa desse livro é perfeita... Indico pros amantes de distopias, e pra quem não leu nada do gênero é uma ótima escolha de primeira leitura.

     Youtube: Um livro do qual você gostaria de ver uma adaptação para o cinema;
A Seleção, com certeza, esse livro foi mais que perfeito,e precisa ter uma adaptação cinematográfica... ♥

     Skype: Um livro com personagens com os quais você gostaria de conversar.
Com certeza seria Quero ser Beth Levitt, adoraria conversar com a Amelie, e ser falar que eu poderia ver o Chris Martin ao vivo, gente imagina que sonho :)



     Bem gente a Tag foi essa e espero que vocês gostem.


                                                      Beijos, Rafa.

18 de março de 2015

Indicação: Maze Runner – Prova de Fogo – James Dashner

Sinopse:
     O Labirinto foi só o começo... o pior está por vir. Depois de superarem os perigos mortais do Labirinto, Thomas e seus amigos acreditam que estão a salvo em uma nova realidade. Mas a aparente tranquilidade é interrompida quando são acordados no meio da noite por gritos lancinantes de criaturas disformes – os Cranks – que ameaçam devorá-los vivos. Atordoados, os Clareanos descobrem que a salvação aparente na verdade pode ser outra armadilha, ainda pior que a Clareira e o Labirinto. E que as coisas não são o que aparentam. Para sobreviver nesse mundo hostil, eles terão de fazer uma travessia repleta de provas cruéis em um meio ambiente devastado, sem água, comida ou abrigo. Calor causticante durante o dia, rajadas de vento gélido à noite, desolação e um ar irrespirável – no Deserto do novo mundo até mesmo a chuva é a promessa de uma morte agonizante. Eles, porém, não estão sozinhos – cada passo é espreitado por criaturas famintas e violentas, que atacam sem avisar. Manipulação, mentiras e traições cercam o caminho dos Clareanos, mas para Thomas a pior prova será ter de escolher em quem acreditar.

Minha Opinião:
     Meu Deus é muito difícil falar sobre a leitura desse livro, a história desse segundo volume da saga é igualmente repleto de ação. Muitas coisas que não foram esclarecidas no primeiro livro são retomadas e explicadas, então para não pegar nenhum spoiler indesejado eu sugiro que leia o primeiro livro, que é Maze Runner – Correr ou Morrer. A leitura fluiu rapidamente, porque o autor cria uma nova surpresa a cada página, então fica um pouco difícil deduzir o que vai acontecer com os personagens. Resumindo quem gostou do primeiro volume da série com certeza vai amar a continuação ♥

P.S.: O filme desse livro estreia no segundo semestre de 2015, o primeiro filme é ótimo, foi uma das melhores adaptações cinematográficas que eu assisti ano passado. #FicaADica




                                     Beijos, Rafa.

14 de março de 2015

Resenha: 360 dias de Sucesso - Thalita Rebouças

     Pedro e Théo são amigos de infância, um gosto que os dois têm em comum é a música. Pedro, um ótimo guitarrista, Théo nem tanto, mas quando começa a cantar se entrega de corpo e alma a música. Um dia quando estão tocando só para relaxar, Paulão, o pai de Pedro, ouve os dois garotos e diz que eles precisam montar uma banda e fazer uma apresentação num churrasco para a família. Isso acaba causando um efeito positivo nos meninos, e eles mais que depressa estão procurando novos integrantes para a banda.
     Marcelo, mas conhecido como Pá, devido a suas mãos enormes é ótimo nos solos que faz em seu baixo invisível, mas acredita que se tocar em um instrumento de verdade ele não é tão bom assim. Com o incentivo de seu pai, ele é apresentado a Pedro e a Théo, e assim a banda ganha mais um integrante.
     Gualter, um menino de 15 anos que toca bateria desde os 4 anos, tem muito apoio da mãe e do padrasto na questão da música. Um dia após uma apresentação para um amigo de Élcio, o menino conhece Pá, e ele diz que entrou numa banda, e que estão precisando de alguém para ficar na Bateria. Gualter, no mesmo instante gosta da ideia e decide tentar, afinal o que pode dar errado?
     Assim que Gualter apresenta o que sabe fazer para Pedro e Théo, é incluído na banda adolescente. Nesse mesmo dia ele conhece Babi, a namorada de Pedro, por quem seu coração adolescente sofre descompassadamente. Depois dessa primeira apresentação, Babi percebe que a banda esá precisando de mais alguma coisa, e ela sabe exatamente o que é.
     Mari, uma linda garota de 18 anos, loira platinada, sempre com os olhos pintados de preto, e além de tudo isso, é uma pianista nata, e dona de uma voz doce maravilhosa, de dar inveja em qualquer um. A menina se desdobra em três empregos para ajudar a mãe em casa, e juntar uma graninha para os estudos. Um dia ela conhece uma menina chamada Babi, que oferece a ela uma proposta irrecusável, fazer parte de uma banda. E é claro que Mari aceita.
     Depois disso, de todos os integrantes juntos, começa a trabalheira, músicas para ensaiar, uma música resultada de uma desilusão amorosa, um clipe super famoso na internet, e propostas que só fazem a banda crescer, mas até quando o sucesso é bom? Até que ponto você aguentaria tanta pressão?
     Brigas, traições, risadas, amizades... 360 dias de Sucesso é um livro cheio de reviravoltas do inicio ao fim, eu garanto a você que não faltaram emoções durante essa leitura ♥


     Gente que livro maravilhoso, foi uma leitura totalmente proveitosa, foi o primeiro livro da autora que eu li, e só posso dizer que preciso de mais, muito mais.... 




                                                       Beijos, Rafa.

21 de fevereiro de 2015

Tag: Chocolate Literário


Hey pessoal faz tempinho que não apareço por aqui né? Mas quero pedir desculpas, estou meio sumida porque agora comecei a fazer um curso, e estou estudando o dia inteiro, mas vou dar um jeitinho de sempre passar por aqui para saber como vocês estão, ok?

Mas vamos ao que interessa, eu vi essa Tag no blog StarBooks, que por sinal é um blog super divo. Eu amooo chocolate, e quando vi essa Tag eu pensei, eu preciso fazer essa Tag, e cá estou eu, vamos lá?


1) Chocolate meio amargo: um livro com tema obscuro

    Um Caso Perdido, não vou poder falar muita coisa porque se não já vou começar a soltar spoilers para vocês, mas o livro é muito bem escrito, e está para lançar o segundo livro que é “Sem Esperança” é a história contada pelo Holder. #Ansiosa



2) Chocolate branco: um livro leve e divertido

Eu me chamo Antônio, o livro é fofo demais, sem palavras para explicar, eu já falei um pouco dele aqui no blog, indico principalmente para quem gosta de poesia.





3) Chocolate ao leite: um livro que muitos falam e que quero ler

Mentirosos, gente estou desesperada por ele (aceito de presente), todo canal literário, blog que eu vejo só fala dele... Sério preciso muito ler esse livro.







4) Chocolate com caramelo: um livro que derreteu meu coração

Renascer de um Outono da Samanta Holtz, o livro é meigo do começo ao fim, e gente esse livro é tão amor que é até difícil descreve-lo.






5) Kinder Ovo: um livro que me surpreendeu recentemente

De repente, Ana. Gente que livro foi esse?? Ainda fico meio besta só de lembrar os acontecimentos surpreendentes desse livro.





6) Língua de gato: um livro que me decepcionou

    
O Sangue do Olimpo, gente o que aconteceu com o Tio Rick? Que livro foi esse? Tá certo, aconteceram algumas coisas legais, mas mesmo assim.


  




7) Chocolate quente com marshmellows: um livro que me conforta e voltaria a ler centenas de vezes
   
  
Quero ser Beth Levitt, da minha autora super hiper ultra preferida Samanta Holtz, acho que já deu pra perceber o quanto eu amo esse livro né? e o quanto eu gosto da autora ♥



8) Chocolate com amendoim: um livro que me fez surtar




     Champion da trilogia Legend, meu Deus eu só faltava arrancar os cabelos com esse livro, a autora criava umas cenas que fez meu coração se despedaçar... #Chorosa



9) Sorvete de chocolate: um livro que você devorou


A Escolha, da Kiera Cass, eu li o livro em 8 horas, e meu Deus me orgulho disso até hoje... hehe, o livro é muito bom.





10) Caixa de chocolates: um livro que acho que tem algo que agrade a todos

    
Série Harry Potter, porque gente tem um pouco de tudo naquela série e é muito amor, vamos combinar né?





Então galera era isso, eu espero que vocês tenham gostado da Tag, e estão convidados a respondê-la também, até a próxima...

                                                                    
                                        Beijos, Rafa

17 de fevereiro de 2015

Indicação: O menino do pijama listrado – John Boyne

Sinopse:
     Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz idéia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga.
     Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.

Minha Opinião:
     O livro é muito bem escrito, foi o primeiro livro que eu li do autor, e já fiquei muito impressionada, agora estou ansiosa para ler os outros livros dele. Eu indico esse livro para aqueles que gostam de ler algo sobre a Segunda Guerra, e sobre o Nazismo, mas dessa vez é sobre a perspectiva de uma criança de oito anos, ou seja um livro diferente de tudo que você já leu ♥.

P.S.: Vale lembrar que fizeram uma adaptação cinematográfica do livro, que por sinal é ótima e faz você chorar litros...


                                                  Beijos, Rafa. 

3 de fevereiro de 2015

Resenha: Enviado por Deus - Memórias de Daniel Berg

     O Livro nos conta a história de vida de Daniel Berg, o fundador das Assembléia de Deus aqui no Brasil.
     O livro reúne as memórias escrito pelo próprio Daniel. Ele nos descreve um pouco de sua infância, e juventude. Aos 17 anos ele parte da cidade de Vargon, na Suécia, e vai para a América, para conseguir um emprego que lhe garanta o seu sustento e o sustento da família que deixou para trás. E em uma das conferencias cristãs de Chicago ele conhece Gunnar Vingren, que desde então se tornou seu irmão em cristo e melhor amigo.
     Depois de um tempo, os dois amigos recebem uma mensagem do senhor dizendo que eles devem sair de onde se encontram e anunciar o evangelho aqueles que não conhecem a Deus, eles oram e a Deus pedindo orientação pára onde devem ir, e imediatamente recebem a resposta: Belém do Pará!
     Mas antes de embarcarem para o Brasil os dois amigos passam por muitas dificuldades que fariam qualquer um desistir, mas eles resolveram seguir em frente obedecendo a voz do Senhor.
     Assim que eles embarcam, eles já anunciam o evangelho, a todos os presentes naquele barco, o Clement, e um jovem aceita a cristo, como seu único e suficiente Salvador, e assim eles veem que tudo o que eles passaram não seria em vão.
     Quando chegam ao Brasil, vão procurar por um pastor que vivia aqui no Brasil, e já estava a espera deles, e assim começam a frequentar a igreja desse pastor, mas com o passar dos tempos, ele veem que tudo que era ensinado ao povo era muito frio, sem toda a unção que os dois sentiam, as pessoa nem tinham ouvido em falar no batismo com o Espirito Santo,. Diante disso, e de outros acontecimentos, os dois fundaram a Assembléia de Deus, onde a unção descia, e desce até hoje!
      As lutas que Daniel encontrou pelo caminho não foram fáceis, desde aprender a língua portuguesa, que não é nada fácil, até entrar nas selvas amazônicas para anunciar a palavra, mas orando e clamando ao Senhor, tudo ficava bem, e assim milhares de pessoas aceitaram, a cristo, e foram espalhando as Boas Novas...

     Assim que peguei o livro para ler vi que ia me apaixonar completamente pela história, apesar de já saber um pouco, fiquei maravilhada com tudo o que aprendi. O livro nos passa uma lição maravilhosa, que é: "Quando tudo parecer acabado, clame ao Senhor, e ele te atenderá". Eu só tenho a agradecer a Daniel Berg e Gunnar Vingren, pois a Assembléia de Deus foi fundada em 19 de novembro de 1911, e completou seus Centenário em 2011, e continua firme e cheia de unção como antes. Obrigada por não desistirem dos planos de Deus ♥






                                                                  Beijos, Rafa.